GT Nacional de História Cultural



  

  

  

  

Revista Fenix

VENCEDOR DO PRIMEIRO PRÊMIO TESES SANDRA JATAHY PESAVENTO EM HISTÓRIA CULTURAL DO GT NACIONAL DE HISTÓRIA CULTURAL DA ANPUH

 

 

A vencedora do Primeiro Prêmio Teses Sandra Jatahy Pesavento em História Cultural do GT Nacional de História Cultural da ANPUH foi Marisângela Teresinha Antunes Martins, que defendeu a tese À ESQUERDA DE SEU TEMPO: ESCRITORES E O PARTIDO COMUNISTA DO BRASIL (PORTO ALEGRE 1927-1957), no Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), sob a orientação da Profª. Drª. Carla Simone Rodeghero. Marisângela Teresinha Antunes Martins terá a sua tese publicada, em e.book, pela Edições Verona. O prêmio será entregue oficialmente na Abertura do VII Simpósio Nacional de História Cultural, no dia 10 de novembro de 2014, em São Paulo, nas dependências da Universidade de São Paulo (USP).

O segundo colocado do Primeiro Prêmio Teses Sandra Jatahy Pesavento em História Cultural do GT Nacional de História Cultural da ANPUH foi José Luciano de Queiroz Alves, que defendeu a tese CENAS DE UM ESPETÁCULO POLÍTICO: PODER, MEMÓRIA E COMEMORAÇÕES NA PARAÍBA (1935-1945), no Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), sob a orientação da Profª. Drª. Rosa Maria Godoy Silveira. José Luciano de Queiroz Alves terá a sua tese publicada, em e.book, pela Edições Verona/Editora da UnilaSalle. O prêmio será entregue oficialmente na Abertura do VII Simpósio Nacional de História Cultural, no dia 10 de novembro de 2014, em São Paulo, nas dependências da Universidade de São Paulo (USP).  

Além das teses premiadas, outras três receberam menções honrosas. A tese de Ana Maria Veiga, CINEASTAS BRASILEIRAS EM TEMPOS DE DITADURA: CRUZAMENTOS, FUGAS, ESPECIFICIDADES, defendida no Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), sob a orientação da Profª. Drª. Joana Maria Pedro; a tese de Leandro Gonçalves Pereira, ENTRE BRASIL E PORTUGAL: TRAJETÓRIA E PENSAMENTO DE PLÍNIO SALGADO E A INFLUÊNCIA DO CONSERVADORISMO PORTUGUÊS, defendida no Programa de Pós-Graduação em História da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), sob a orientação da Profª. Drª. Maria Izilda Santos Matos; e a tese de Eduardo Ferraz Felipe, A RESIGNAÇÃO DE SÍSIFO: TRADIÇÃO, CULTURA POLÍTICA E HISTÓRIA NA OBRA DO MODERNO VESTUTO ALEJO CARPENTIER (1928-1980), defendida no Programa de Pós-Graduação em História Social da Universidade de São Paulo (USP), sob a orientação do Prof. Dr. Júlio Pimentel Pinto Filho.

As menções honrosas também serão oficialmente atribuídas na Abertura do VII Simpósio Nacional de História Cultural, no dia 10 de novembro de 2014, em São Paulo, nas dependências da Universidade de São Paulo (USP).      

 


Grupo de Trabalho Nacional de História Cultural  |  Todos os direitos reservados.